Movimento promove diagnóstico precoce para travar a sida


Nasce na quinta-feira o movimento “É Melhor Saber”, iniciativa que envolve diversas organizações não-governamentais e Instituições Particulares de Solidariedade Social que trabalham no campo da luta contra a sida. Um dos grandes objectivos desta iniciativa é promover o diagnóstico precoce do VIH/Sida, numa tentativa de controlar a evolução da infecção e evitar o contágio.

Luís Mendão é presidente do Grupo Português de Activistas sobre Tratamentos de VIH/Sida (GAT) e é seropositivo. Foi diagnosticado numa fase tardia, em que a doença já se tinha instalado. “Durante mais de cinco anos estive doente e só quando cheguei ao último estádio da sida é que fui diagnosticado”, conta.

É para ajudar a prevenir casos como este que Luís Mendão se associa a esta iniciativa, numa tentativa de apelar à mudança de comportamentos, tanto em seropositivos como em seronegativos. “Sem o diagnóstico atempado não se consegue controlar a epidemia”, defende. Enquanto responsável pelo GAT, que trabalha com grupos mais vulneráveis da população, Luís Mendão diz-se preocupado com a transmissão e reforça a importância do diagnóstico precoce como “peça chave para travar a epidemia”.

A Liga Portuguesa Contra a Sida (LPCS) também se associa a este movimento. “Quanto mais depressa soubermos se estamos infectados, mais rapidamente podemos começar o tratamento”, diz Eugénia Saraiva, da LPCS. A responsável sublinha a importância de fazer o teste do VIH e, mais do que tudo, prevenir. “Pretendemos mobilizar a população para o diagnóstico atempado e para a decisão voluntária”, diz. Eugénia Saraiva refere que não é obrigatório fazer o teste, mas que a decisão de o realizar deve ser “informada e consciente”.

Margarida Martins, da Abraço, também reforça a importância da divulgação e sensibilização da população para o diagnóstico precoce e a possibilidade de tratamento. “É um assunto que tem de ser falado e discutido, porque ainda é um tabu”, afirma. A fundadora da Abraço declara que “ainda há bastante discriminação”, pelo que é importante que as pessoas saibam que o tratamento existe e lhes pode proporcionar mais qualidade de vida.

A divulgação deste movimento será feita no próprio site criado para o efeito (www.emelhorsaber.com.pt), bem como através de campanhas e mensagens de prevenção publicadas nas redes sociais. “Queremos que chegue a tudo e a todos, a jovens e a menos jovens”, afirma Eugénia Saraiva, que fala numa doença “altamente democrática”. Apesar de em Portugal a epidemia não ser generalizada e de não se falar em grupos de risco, há comportamentos de risco. “Podemos e devemos prevenir-nos”, alerta a responsável da LPCS.

O financiamento será feito através de contribuições de instituições governamentais e não-governamentais. A iniciativa tem ainda o apoio institucional da Direcção-Geral da Saúde e o alto-patrocínio do Presidente da República.

Portugal tem uma das maiores prevalências de infecção por VIH na Europa, com cerca de 0,6% na população entre os 25 e os 49 anos e uma taxa anual de novos diagnósticos de 15,8 por cada 100 mil habitantes. A sida (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença que resulta da infecção pelo VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana), vírus que ataca as defesas do corpo. Não existe vacinação nem cura para a sida, mas os progressos no tratamento têm vindo a contribuir para a diminuição de mortes associadas à doença.

Rita Araújo/Público – 13.12.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: