Estamos finalmente em condições de interromper o curso da Sida, diz Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon


O Secretário Geral das Nações Unidas, o sul-coreano Ban Ki-moon, escreveu uma mensagem especial para o Dia Mundial de luta contra a Sida, celebrado sempre no dia 1º de dezembro. Para ele, no início da quarta década de Sida, estamos finalmente em condições de interromper o curso da pandemia de HIV.

Leia a seguir, na íntegra, a mensagem que está a ser divulgada pelo Programa Conjunto das Nações Unaids para o HIV e SIDA (Onusida) por todo o mundo:

No início da quarta década de Sida, estamos finalmente em condições de interromper o curso da epidemia. Os avanços que temos conseguido até agora mostra que podemos realizar nossa visão de zero novas infecções pelo HIV, discriminação zero e zero mortes relacionadas à Sida.

O número de novas infecções pelo HIV caiu mais de 20% desde 1997. Novas infecções continuam a diminuir na maior parte do mundo. Na África Subsaariana, região mais afetada pela pandemia, a incidência do HIV diminuiu em 22 países.

Entre as populações com mais risco de infecção, a situação está a mudar. A ampliação do acesso aos serviços para prevenir a infecção pelo HIV está a ajudar os jovens, profissionais do sexo e seus clientes, usuários de drogas injextáveis, homens que fazem sexo com homens e transexuais.

O tratamento com antirretroviral possibilitou evitar 2,5 milhões de mortes em decorrência da Sida desde 1985. No ano passado, salvou a vida de 700 mil pessoas. Cerca de 6,6 milhões de pessoas – quase metade daquelas que necessitam de tratamento em países de renda média e baixa – actualmente têm acesso à terapia antiretroviral.

As sinergias entre prevenção e tratamento têm acelerado o processo. No entanto, para o controlo definitivo da Sida ainda precisamos da obtenção de resultados mais favoráveis. Na reunião de alto nível da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre Sida, realizada em Junho deste ano, metas ousadas foram acordadas para 2015: reduzir para metade a transmissão sexual do HIV, eliminando novas infecções em crianças; oferecer tratamento a 15 milhões de pessoas vivendo com HIV; por fim ao estigma e a discriminação; e preencher as lacunas no financiamento da luta contra a Sida.

Com uma firme vontade política, recursos financeiros e uma sólida abordagem baseada nos direitos humanos podemos alcançar todos esses objetivos.
O financiamento será fundamental neste esforço. Conclamo a todos os interessados a se pronunciarem em relação ao quadro de investimentos proposto pelo Onusida, que prevê 24 bilhões de dólares anuais para atender as metas estabelecidas nas áreas de prevenção e assistência.

Devemos persistir em nossa política e manter o investimento, o entusiasmo, dinamismo e determinação que nos permitiram chegar a este momento crítico.
Temos o impulso necessário para triunfar. Este é o momento de se aproveitar a oportunidade para finalmente por fim à Sida.

Agência Sida – 30.11.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: