Brasil: Estudo indica que transmissão vertical do HIV avança no Norte e Nordeste


De acordo com informações da Folha de S.Paulo, o estudo Saúde Brasil 2010, que será divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde, indica que a transmissão vertical do HIV possui tendência de alta nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Nas demais regiões, a transmissão de mãe para filho do vírus da aids vem diminuindo.

Em uma série de reportagens produzida em outubro sobre o tema, a Agência de Notícias da Aids informou que o êxito na prevenção da transmissão vertical do HIV é desigual entre as regiões do país (leia aqui).

Em 2010, a taxa de casos de aids em crianças de até cinco anos de idade para cada grupo de 100 mil habitantes foi de 5.8 no Sul; 4 no Norte; 2.8 no Sudeste; 2.3 no Nordeste; e 0.9 no Centro-Oeste. “Apesar de uma redução nacional da transmissão vertical do HIV de 42% nos últimos 10 anos, observamos um aumento no Norte e Nordeste”, comentou na ocasião o gerente da Área de Cuidado e Melhoria de Vida do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Marcelo de Freitas.

Com uma prevalência nacional do HIV de 0,4% entre as gestantes (na população em geral é de 0.6%), estima-se que quase de 12.500 recém-nascidos sejam expostos ao vírus anualmente.

Agência Aids – 01.11.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: