Moçambique:Tete Reduz transmissão de HIV aos bebés


A PROVÍNCIA de Tete regista claros avanços na redução da transmissão do vírus HIV/SIDA da mãe para o bebé, por meio de programas de prevenção de transmissão vertical, que igualmente protegem as mães seropositivas, afirmou o governador Alberto Vaquina no fim-de-semana passado, no encerramento do I Fórum Provincial sobre aquela doença.

Estes programas, segundo aquele governante, não só protegem às mães seropositivas, mas também reduzem os riscos de infecção ao recém-nascido, cortando, desta forma, a propagação da infecção para os bebés, que são a esperança de um futuro e uma Pátria mais saudáveis para todos.

“Com satisfação, temos também acompanhado a valiosa contribuição dos vários parceiros governamentais e não-governamentais, incluindo as confissões religiosas, que têm sido o motor de mobilização social e de proximidade com as comunidades. Sabemos que nessas interacções tem sido disponibilizada informação e educação preventiva, levando a solidariedade às pessoas infectadas e suas famílias” – disse Vaquina.

O governador de Tete reconheceu que com um pouco mais de esforço há possibilidades de ganhar a batalha contra esta pandemia, sobretudo se houver uma coordenação e hábito de, com regularidade e rigor, se fazer uma análise das acções realizadas que vão permitir identificar as reais capacidades e eventuais fraquezas das nossas intervenções e estratégias.

“Uma vez feita a avaliação, seremos, por um lado, capazes de potenciar as boas práticas e outros aspectos positivos das nossas intervenções e, por outro lado, teremos a coragem necessária para corrigirmos e não repetirmos os erros eventualmente identificados”, disse.

Alberto Vaquina desafiou os membros do Fórum Provincial de Combate à SIDA a se empenharem com mais afinco contra os possíveis efeitos negativos, ao longo do Corredor de Tete/Beira, abrangendo os camionistas e os trabalhadores das obras de reabilitação da Ponte Samora Machel, bem assim a esperada grande concentração de pessoas na cidade de Tete, e na província, de uma forma geral, como consequência da instalação dos grandes projectos mineiros.

O delegado do Núcleo Provincial de Combate à SIDA em Tete, Domingos Juliasse Viola, disse que até Agosto último a província registou um cumulativo de 14.888 pessoas portadoras do vírus de HIV/SIDA que estão a receber o tratamento anti-retroviral (TARV), acção que permitiu a redução de óbitos por aquela pandemia em 68 porcento, tendo passado de 743, no primeiro semestre de 2010, para 232 no primeiro semestre do presente ano.

Entretanto, a taxa de seroprevalência na província de Tete registou nos últimos anos uma descida de 13 para 7 porcento, embora os índices de novas infecções continem a ser preocupantes, sobretudo entre os mais jovens, mormente em mulheres dos 15 aos 24 anos de idade

Bernardo Carlos/Jornal de Notícias (Moçambique) – 04.10.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: