Cientistas dos EUA Expandem Âmbito de Estudo de Uma Vacina para o VIH


Um estudo de uma vacina para o VIH, com base nos Estados Unidos, está a expandir o número de participantes que englobará, bem como as questões científicas que serão abordadas. 

     Conduzido em 12 cidades dos Estados Unidos, o estudo da Rede de Ensaios Clínicos do VIH 505 (HVTN 505) aferirá um candidato a vacina, quer em termos de segurança, quer em termos de capacidade de prevenção da infecção, e não apenas do controlo do vírus numa pessoa já infectada. A inclusão está a aumentar, de cerca de 1 300 homens que têm sexo com homens e mulheres transgénero que têm sexo com homens, para 2 200.

     O âmbito científico do estudo mudou em resposta ao ensaio RV-144, na Tailândia, em 2009, que provou ser possível para uma vacina prevenir a infecção pelo VIH. Embora a eficácia da vacina tenha sido demasiado baixa, a investigação forneceu a primeira evidência de um candidato a vacina contra o VIH/SIDA poder conferir uma protecção modesta contra a infecção. 

     “Devido ao ensaio Tailandês, de termos visto que a vacina apresentava potencial de prevenção da infecção, precisamos mesmo de olhar de um modo diferente para o HVTN 505 e expandir a sua capacidade de olhar para a questão: poderá esta vacina, na realidade, também prevenir a infecção, prevenir a aquisição do VIH?”, disse Mitchell Warren, director da Coligação Activista para a Vacina Contra a SIDA (AVAC). Anteriormente, um resultado considerado significativo consistia em saber se um candidato baixava a carga viral em pessoas vacinadas que mais tarde ficavam infectadas. 

     O ensaio HVTN 505 avaliará se o candidato a vacina estimula, quer uma resposta humoral para prevenir a infecção pelo VIH, quer uma resposta celular para mitigar a infecção , disse Warren. 

     “Usa uma combinação prime-boost de duas vacinas diferentes”, disse Warren. “Uma é uma vacina de DNA com pedaços de VIH que não causam infecção, mas cuja finalidade é iniciar uma resposta por parte do sistema imunitário. Tem também uma vacina Adeno 5 (adenovírus do tipo 5, o vírus da constipação comum)”.

         Para mais informação acerca do ensaio, apoiado pelo National Institute of Allergy and Infectious Diseases, visite:  http://www.hvtn.org/media/news.html.

Para voluntários visite: http://www.hopetakesaction.org/volunteering/index.html.  

 Tradução/Edição: Rita Tendeiro/AidsPortugal
Joe DeCapua/Voice of America News – 11.08.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: