Bill e Melinda Gates recebem prêmio por ações na área da saúde


Diversos veículos de comunicação divulgaram que o fundador da Microsoft, Bill Gates, e a esposa Melinda receberam um prêmio por ajudarem a salvar vidas nos países em desenvolvimento. Um dos projetos realizados pelo casal é relacionado ao combate da aids.

O presidente e cofundador da Microsoft, Bill Gates, e sua esposa, Melinda, receberam neste domingo um prêmio da famosa Universidade Johns Hopkins por sua “visão de liderança” para ajudar a salvar vidas nos países em vias de desenvolvimento.

A universidade disse em comunicado que Melinda Gates recebeu o prêmio em nome dos dois filantropos durante uma cerimônia na Faculdade Bloomberg de Saúde Pública da instituição.

“Foi um privilégio trabalhar com a Johns Hopkins na última década. Bill e eu nos sentimos honrados de receber este prêmio de um parceiro tão respeitado pela Fundação”, disse Melinda Gates no comunicado, ao se referir à Fundação que leva o nome do casal.

“Johns Hopkins foi um líder atrás do progresso da saúde das mulheres e crianças. Graças a seu inovador enfoque e perseverança, milhões de vidas foram salvas no mundo todo”, asseverou.

Durante a cerimônia, a universidade anunciou o lançamento do Centro para a Saúde Maternal e Neonatal, voltado para os países em vias de desenvolvimento, onde persiste o problema de morte prematura de parturientes e recém-nascidos.

A cada ano, 3,7 milhões de crianças morrem em seu primeiro mês de vida, e cerca de 340 mil mulheres falecem durante o parto. Quase todas as mortes ocorrem nos países subdesenvolvidos, assinalou o comunicado.

Com uma fortuna de US$ 59 bilhões, Bill Gates é considerado o homem mais rico dos EUA, segundo a revista “Forbes”, que além disso o qualificou como o “ser humano mais magnânimo da terra”.

Bill Gates já doou US$ 28 bilhões para a luta contra doenças como a pólio e a malária, é também o segundo homem mais rico do planeta, segundo essa mesma publicação.

É o primeiro ano em que a Universidade Johns Hopkins outorga esse prêmio, aproveitando o 50º aniversário do Departamento de Saúde Internacional da instituição, considerado o maior do mundo.

Em prol de promover melhoras na área de saúde pública no mundo todo, o Departamento apoiou o desenvolvimento e disseminação de vacinas, programas de pesquisa da diarreia e da pneumonia, de prevenção da aids, assim como programas de saúde nos países pobres, entre outros projetos.

UOL/Agência Aids – 27.09.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: