Primeiro teste em Moçambique para uma vacina contra a Sida inicia este mês e terá jovens como voluntários


Vinte e quatro voluntários, homens e mulheres com idade entre 18 e 24 anos, irão fazer parte do primeiro ensaio clínico em Moçambique em busca de uma vacina contra a Sida. O estudo clínico com dois produtos diferentes será feito na cidade de Maputo e arranca este mês, com a duração de um ano.

“A combinação das duas candidatas à vacina a serem usadas neste ensaio foi já testada noutros estudos na Tanzânia e Suécia e os resultados são encorajadores”, avançou o ministro da Saúde, Alexandre Manguele, durante uma conferência de imprensa nesta quarta-feira, 14 de Setembro.

Tal como explicou o ministro, socorrendo-se das etapas inerentes a uma pesquisa desta natureza, Moçambique vai se posicionar nas fases 1 e 2, dentro das quais, são avaliados os efeitos adversos e a segurança das vacinas; bem como se determina a força e o tipo de resposta imunológica produzida pelo organismo humano.

É por ser a fase “experimental”, que o universo de testagem será pequeno, sendo que em função desses resultados outros testes serão feitos, abrangendo um universo populacional superior a 1000 voluntários.

O Instituto Nacional de Saúde e o Hospital Central de Maputo serão as instituições que estarão à frente do processo. Todos os voluntários são seronegativos e utentes do Serviço Amigo do Adolescente e Jovem do Hospital Central de Maputo, onde periodicamente fazem a testagem voluntária e recebem aconselhamentos sobre a prevenção do HIV e Sida.

Vale ressaltar que os produtos a serem testados não contém o vírus HIV activo, o que garante que não haverá a infecção de nenhum dos voluntários durante o teste.

Como provar a eficácia?

Ilesh Jani, um dos principais investigadores neste ensaio, esclareceu que durante a administração das vacinas preventivas, os voluntários serão acompanhados clinicamente para ver o grau de eficácia dos medicamentos. Isto é, se estimulam ou não o sistema imunológico e se não criam danos colaterais.

“Ao fim desse estudo não podemos afirmar que esses indivíduos estão protegidos. O que vamos dizer é que a evidência laboratorial que temos após esses meses de seguimento mostra que o sistema de defesa desses indivíduos reage ou não positivamente à administração dessas vacinas”, esclareceu Jani.

Vacinas a serem testadas

Serão testadas, respectivamente, duas vacinas: a de ADN e a de MVA. A primeira será usada como estímulo primário para desencadear uma resposta imune; enquanto que a segunda será usada para fazer o reforço da resposta imune gerada pela vacina. A combinação das duas já foi testada na Tanzânia e na Suécia, sendo que os investigadores concluíram que o seu impacto é satisfatório.

Mas por quê a realização do mesmo estudo em Moçambique?

Questionado, o pesquisador Ilesh Jani deu a seguinte resposta: “O vírus HIV sofre altas taxas de alterações genéticas. O vírus que circula na Tanzânia não é igual ao que circula em Moçambique. Há uma série de especificidades geográficas que influenciam a alteração do vírus. Portanto, não podemos replicar exactamente os resultados produzidos na Tanzânia para vir encaixar em Moçambique”.

A vacina de ADN é produzida na Suécia, e a de MVA nos Estados Unidos da América.
 
A preparação da testagem da vacina contra o HIV em Moçambique iniciou em 2008 com a reabilitação do Laboratório de Imunologia do Instituto Nacional de Saúde que será usado no ensaio. O processo de pesquisa vai se estender até finais de 2012, e dentro deste período foi disponibilizado um financiamento no valor de 1.9 milhões de dólares norte-americanos, provenientes do governo da Suécia e de European and Developing Countries Clinical Trials Partnership (Países Europeus e em Desenvolvimento de Parceria de Ensaios Clínicos).

Com uma taxa de seroprevalência nacional de 11,5% e uma media de propagação diária do vírus em 450 novas pessoas, Moçambique continua na lista dos 10 países mais infectados do mundo.

Ricardo Machava/Agência Sida – 14.09.2011

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 24 outros seguidores

%d bloggers like this: